A maior parte da Região Sul do Brasil conta médias de chuvas regulares, com em torno de 100 mm mensais. Além disso, a temperatura normalmente é amena, especialmente de abril a setembro, o que permite o plantio de milho no sul e em todo Brasil.

O problema é que a média não acontece todos os anos

Graças ao aquecimento global as inundações e as longas estiagens têm sido frequentes nos três estados. O milho é uma cultura sensível ao frio no começo do plantio, perde produtividade quando a planta recém-germinada tiver o campo encharcado.

Ou seja, uma frente fria pode causar prejuízo logo no começo do plantio

No momento da floração a umidade do solo passa a ser crítica. Há um longo período de até dois meses em que a deficiência hídrica, mesmo que de poucos dias diminui a produtividade e pode destruir a lucratividade.

Quem tem “sorte” de semear na hora certa tem uma safra muito melhor.

Acredite se puder, é possível ajudar na sorte.

temp_balan_hidr

O que o produtor rural faria se tivesse este gráfico, com estas informações?
Plantaria no começo de fevereiro, ou deixaria para final?
Escolheria qual variedade, a precoce ou a tardia?
São muitas opções – menos qual o clima sua região terá.

A tecnologia permite ajustar a semente, o manejo e o que mais for é possível com as condições climáticas. Aproveite e baixe o material tontamente grátis abaixo:

destaque-agro-ebook-2