A massa de ar frio avança pela Amazônia e chega ao Rio Negro

Nesta região o frio é relativo, na segunda-feira, 18, a temperatura era de 25oC em Barcelos, ainda é noite por lá e a temperatura caiu para 22 oC, mas até o amanhecer pode descer mais um 1 oC, assim como no Acre.

A temperatura caiu de verdade no oeste de Mato Grosso, mas está parecida com a de ontem,  18, nas outras áreas do estado, em  Rondônia e Goiás.

A geada deve cobrir a Região Sul do Brasil mais uma vez

Agora a massa de ar polar se move para o Oceano Atlântico, mas o frio deste começo de quarta-feira é bem parecido com o de ontem, 18, em todos os estados do Sul e em Mato Grosso do Sul.

Às 07:00 horas do horário de Brasília desta quarta-feira, as cidades mais frias segundo informações do INMET eram Vacaria, RS; Papanduva, Rio Negro e São Mateus, SC e Castro, PR, todas com registro de -4 oC.

Claro que fez mais frio, pois faltam as cidades mais altas nesta relação. O risco de geada continua nos próximos dias, mas atinge uma área bem menor.

Atenção com o impacto do frio sobre o gado

O gado zebuíno adaptado às temperaturas mais altas, como o Nelore, é bem sensível às temperaturas baixas e pode até morrer. Em 2010 houve registro de grandes perdas em Mato Grosso do Sul.

Para manter o rebanho saudável é preciso suplementar a alimentação com silagem e o feno, segundo o médico veterinário Roberto de Sousa Macedo.

Frio no Sudeste

Na Região Sudeste o frio não chegou a causar geadas, mas causa estresse nos animais e ressecamento no pasto.

A previsão é de aumento gradual da temperatura até o fim da semana e a próxima onda de frio só deve chegar ao Brasil no final de julho.

 

Ana Lúcia Frony de Macêdo
Meteorologista

 

Receba notícias!