A informação é a chave para o sucesso

 

Temporais, granizo, ventania, raios, e muito mais. Esse é o pacote que acompanha a nuvem mais comentada dos verões, as Cumulonimbus (Cb). Ela se desenvolve de forma fácil em situações de calor e de alta umidade, tudo o que temos durante a estação mais quente do ano.

Os temporais de fim de tarde provocam diversos problemas para a população. São alagamentos, inundações, extravasamentos de rios, e em alguns casos pode levar inclusive à morte por raios, afogamentos e em queda de árvores.

Na construção civil não seria diferente, o canteiro de obras está sujeito aos temporais de fim de tarde, principalmente aqueles que se encontram nos grandes centros urbanos do Centro-Sul do país, local que está na rota dos temporais.

A atmosfera fica bastante instável por conta do calor e da umidade que marcam presença em diversas áreas do país durante os verões. Mas os modelos de previsão e as ferramentas de nowcasting (previsão de curtíssimo prazo) evoluíram muito nos últimos 10 anos, proporcionando uma assertividade cada vez maior em relação ao tempo severo.

Dessa forma, a previsão de longo prazo pode fornecer informações de dias e semanas em que alguns procedimentos devem ser interrompidos, como por exemplo, semanas com alto risco de temporal, no qual não é aconselhado o desenvolvimento de estruturas de ferragens que podem atrair raios. Ou então, previsão de chuva com grande volume acumulado por diversos dias, que podem prejudicar a elaboração de alicerces em casos de deslizamentos.

Já a previsão de curtíssimo prazo indica o horário em que os temporais vão ocorrer. São enviados alertas com uma antecedência considerável para que o interrompimento das atividades no canteiro de obra prejudique o menos possível o andamento do empreendimento.

 

Ficou interessado? Então entre em contato com o nosso setor comercial e saiba mais sobre o nosso Serviço de Alerta e Monitoramento!